24 de mar de 2010

ANOTAÇÕES SOBRE OS RUMOS DA PESQUISA - 1



Anteontem, 22/03/2010, a pesquisa sobre Processo Judicial Digital (PJD)ganhou seu primeiro ar de seriedade. Digo isso porque o projeto de pesquisa original foi concebido ao melhor estilo do-it-yourself. A maior companhia que tive foram os textos dos pensadores que admiro.

O processo de criação foi difícil, quanto mais se aproximava a data de entrega do pré-projeto para concorrer à seleção do mestrado mais as idéias fugiam. Porém na última semana, no último dia do prazo, sob pressão, as palavras fluíam como uma cachoeira. Desse modo, inevitavelmente, algumas aproximações com a CI soaram forçadas e formalidades foram atropeladas. O texto nasceu passional, disforme, porém não acrítico.

Na primeira leitura conjunta com a Professora Georgete, morreu o ideal do ‘exército de um homem só’, novos caminhos foram delineados e um lampejo de qualidade científica circundou o projeto. Destaco os seguintes pontos:

- Posicionamento positivo da professora, quanto à possibilidade de eu procurar elementos que enriqueçam a proposta a partir de conversas com outros Professores e mestrandos.

- Inicialmente a proposta previa um mapeamento das iniciativas de PJD no âmbito da justiça superior, porém acordamos em limitar o estudo ao STJ, que é a instituição que tem o PJD em estágio mais avançado.

- Caracterização da pesquisa como descritiva e explicativa.

- Visualização de aproximações do tema com a História, a Ciência Política, a Sociologia e a Administração. Indicação da possibilidade de no segundo semestre letivo cursar disciplinas fora do CID.

- Indicação de leitura das obras:
COUTURE, Carol, ROUSSEAU, Jean-Yves et all. A formação e a pesquisa em arquivística no mundo contemporâneo. Tra. Luis Carlos Lopes. Brasília: Finatec, 1999.
DURANTI, Luciana. Registros documentais contemporâneos como provas de ação. Estudos históricos, Rio de Janeiro, v. 7, n. 13, p. 49-64, jan./jun. 1994.

- Devem ser aprofundados os estudos sobre: moreq- jus, sistemas informatizados de gestão arquivística de documentos, origem e evolução administrativa do STJ, PJD no panorama internacional.

- Necessidade de se desenvolver um cronograma para a evolução do trabalho no primeiro semestre de 2010.

- Publicação de um artigo até dezembro de 2010.

2 comentários:

  1. Oi Leonardo,
    trabalho no MPDFT e a gente foi sondado pelo TJDF porque há um projeto, demandado pelo CNJ, que todas as Varas de Execuções Penais do país devem ser as primeiras em âmbito estadual a utilizarem o processo digital. As negociações estão bastante avançadas e o projeto piloto deve ser na VEP/DF, o que é um grande desafio porque atualmente tramitam cerca de 20000 processos por lá. Estou acompanhando a adaptação das rotinas Assim, se te interessar ter mais um foco de estudo ou só uma experiencia comparativa vamos conversando.
    Att
    Andrea

    ResponderExcluir
  2. bom... muito bom garoto. Estamos acompanhando. É uma boa discussão em termos arquivísticos. E as coisas com certeza vai caminhar a passos largos.
    Abraços

    ResponderExcluir